Coronavírus

Itália regista 1.397 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Antonio Calanni

Autoridades destacam o facto dos novos casos estarem relacionados com o regresso das férias.

Saiba mais...

Itália registou 1.397 novas infeções de Covid-19 nas últimas 24 horas, um número ligeiramente superior ao de quarta-feira, e com menos cerca de 10.000 testes realizados em comparação com esse dia.

Foram também contabilizados 10 mortos, depois dos seis de quarta-feira, segundo os dados do Ministério da Saúde.

Com estes números, desde o início da pandemia, o país regista 272.912 contágios e 35.507 mortes.

Os pacientes hospitalizados com sintomas também aumentaram, ultrapassando já os 1.500 em todo o país, assim como os internados em Unidades de Cuidados Intensivos, que são 120, níveis semelhantes aos de final de julho.

A região da Lombardia registou 223 novas infeções, seguida da Campânia e Lácio, com 154 novos casos.

"Dos 11 mil exames que foram realizados hoje na Lácio, houve 154 casos positivos, dos quais 111 em Roma, e um falecimento", afirmou o conselheiro de Saúde regional, Alessio D'Amato.

O mesmo acrescentou que "se confirma a prevalência de casos de regresso (de férias) e mantém-se a ligação com a Sardenha".

Nesta segunda vaga da pandemia, a ilha tornou-se uma das grandes fontes de novas infeções, embora muitos dos casos sejam contabilizados em outras regiões - como Lácio ou Campânia - quando regressam as pessoas que passaram férias na Sardenha.

Enquanto isso, Itália continua a realizar milhares de exames, principalmente em aeroportos e portos, aos quais são submetidas todas as pessoas provenientes de Espanha, Grécia, Malta e Croácia, países considerados de risco.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 863.679 mortos e infetou mais de 26 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino