Coronavírus

Portugal com mais 13 mortes e 552 casos de Covid-19

Rafael Marchante

Os dados da evolução diária de casos, divulgados pela DGS, mostram que o número de mortes registadas nas últimas 24 horas é o valor mais alto desde 9 de julho.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informa no boletim deste domingo aque há um total de 1.912 mortes e 68.577 casos de Covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O país contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a Covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).


A DGS indica que dez mortes foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo e três na região Norte.

Em vigilância estão 39.362 contactos, menos 26 em relação a sábado.

Valor mais elevado de vítimas mortais desde o início de julho


O número de óbitos associados à Covid-19 é o valor mais alto desde 9 de julho, dia em que também se registaram 13 mortes relacionadas com o novo coronavírus.


Os dados indicam ainda que 511 pessoas com Covid-19 estão internadas nos hospitais (mais 14 em relação a sábado), das quais 63 (menos uma) em unidades de cuidados intensivos.


Na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se verifica o maior número de infeções no país, foram notificados mais 179 novos casos, contabilizando 35.004 casos de infeção e 728 mortes desde o início da pandemia.


A região Norte regista hoje mais 273 casos, somando agora um total de 24.795, com 871 mortos.
Na região Centro registaram-se mais 29 casos, tendo agora 5.621 infeções e 256 mortos contabilizados desde o início da pandemia.


No Alentejo foram registados mais 35 casos de Covid-19, totalizando 1.318 casos e 23 mortos até agora.


A região do Algarve tem hoje notificados mais 33 novos casos de infeção, somando um total de 1.392 casos e 19 mortos por Covid-19.


Na região autónoma dos Açores foram registados dois novos casos nas últimas 24 horas, somando 243 infeções e 15 mortos desde o início da pandemia. A Madeira regista mais um caso, contabilizando 204 infeções, sem óbitos até hoje.

Maior número de casos de infeção entre os 20 e os 59 anos


Nas últimas 24 horas 192 doentes recuperaram, pelo que 45.596 pessoas já superaram da infeção desde o início da pandemia em Portugal.


Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.


No total, o novo coronavírus já afetou em Portugal pelo menos 30.985 homens e 37.592 mulheres, de acordo com os casos declarados.


Do total de vítimas mortais, 963 eram homens e 949 mulheres. O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Dois mortos em lar de Vimioso

Subiu para dois o número de mortos provocados pela Covid-19 num lar de Vimioso, no distrito de Bragança. No total, há agora 36 casos: 27 utentes e 9 funcionários. O surto foi detetado na sexta-feira depois da morte de um utente de 85 anos.

Os testes comprovaram depois que apenas um dos utentes do lar não está infetado.

A maioria dos infetados continua no lar. Em declarações à SIC Notícias, José Fidalgo, presidente da Câmara Municipal de Vimioso, garante que a instituição tem condições e que o caso está a ser acompanhado pelas autoridades competentes.

Duas crianças entre os 43 infetados no surto que começou em lar de Ourique

Há registo de 43 pessoas infetadas na sequência de um surto de Covid-19 que começou num lar na aldeia de Santa Luzia, em Ourique. Entre os casos positivos há duas crianças, de 2 anos e 11 meses.


A crianças de 2 anos é neta de uma das funcionárias infetadas do lar, frequenta a creche da Santa Casa da Misericórdia de Ourique, onde um outro bebé de 11 meses, filho de uma funcionária do lar, está também positivo.

A creche foi encerrada para desinfeção. A educadora e a auxiliar já foram testadas, o passo seguinte é realizar os testes em todas as crianças da creche.

Escola de Penedono fechada depois de detetado um caso de Covid-19

A Escola Básica 2/3 de Penedono, no distrito de Viseu, não vai abrir, esta segunda-feira, depois de ter sido detado um caso caso positivo numa funcionária da escola.

A infecão pelo novo coronavírus foi detetada na cozinheira da escola. A situação já foi identificada na sexta-feira. Em entrevista à SIC Notícias, o presidente da Câmara Municipal de Penedono, Carlos Esteves Carvalho, queixa-se da falta de respostas por parte das autoridades de saúde.

A direção da escola está a tentar encontrar soluções, sabe-se que a escola não vai abrir esta segunda-feira e teme-se que a situação se possa arrastar por mais dias.

Veja também:

  • Covid-19. Conselho de Ministros anuncia hoje novas medidas

    Coronavírus

    O Conselho de Ministros reúne-se para decretar "ações imediatas" de controlo da pandemia. O recolher obrigatório é uma das propostas apresentadas pelo Governo aos partidos esta 6ª feira. Os EUA ultrapassaram os 9 milhões de casos de Covid-19. Protestos violentos em vários países contra as medidas de combate à pandemia.

    Direto

    SIC Notícias