Coronavírus

Spray nasal investigado na Austrália pode travar reprodução da Covid-19

A empresa australiana indicou que o produto pode ser utilizada como método de terapia antiviral preventiva e complementar os programas de vacinação.

Especial Coronavírus

Um spray nasal desenvolvido para reforçar o sistema imunológico contra a gripe e as constipações demonstrou, em provas pré-clínicas, que pode travar a reprodução viral de Covid-19, disse esta segunda-feira a empresa biotecnológica australiana responsável pela investigação.

A empresa Ena Respitarory, que desenvolve o produto INNA-051 indicou em comunicado que as provas realizadas com furões, coordenadas pelo subdiretor do organismo da Saúde Pública de Inglaterra, Miles Carroll, revelaram uma eficácia de 96%.

A empresa australiana indicou também que o estudo, publicado no portal de investigação biomédica bioRxiv proporcionou provas de que a molécula sintética INNA-051 pode ser utilizada como método de terapia antiviral preventiva e complementar os programas de vacinação.

Além de auxiliar as pessoas mais vulneráveis, o spray, que se aplicaria uma ou duas vezes por semana também evita que as pessoas infetadas contagiem outras pessoas, disse Christophe Demaison, diretor da Ena Respiratory.

O responsável afirmou ainda que as provas clínicas da substância vão ser realizadas dentro dos próximos quatro meses.

A empresa indicou que conseguiu sete milhões de euros de investidores australianos para prosseguir a investigação enquanto espera a realização dos estudos de toxicidade e se obtenham as autorizações legais correspondentes.

Veja também: