Coronavírus

Vacina contra a Covid-19: uma corrida que também é política

Estados Unidos, Rússia e China querem ter uma vacina antes do fim do ano.

Especial Coronavírus

O maior produtor mundial de vacinas, o Instituto Serum, na Índia, voltou aos testes da vacina que está a ser desenvolvida pela AstraZeneca e que estiveram suspensos durante uns dias.

Os líderes da China, da Rússia e dos Estados Unidos continuam a insistir que vai haver uma vacina contra a Covid-19 nas próximas semanas.

Mas a comunidade científica internacional continua cautelosa a lembrar que é preciso garantir a total segurança de qualquer vacina, ou medicamento, antes de o distribuir pela população.

As vacinas mais promissoras no combate à Covid-19

Laboratórios por todo o mundo estão numa corrida contra o tempo para desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus. Há dezenas de equipas a testar várias candidatas a vacina, algumas estão mais avançadas e são promissoras, mas os cientistas avisam que nenhuma deverá estar pronta antes do fim deste ano ou mesmo no próximo ano.