Coronavírus

Kim Jong-Un envia mensagem a Trump a desejar rápida recuperação

O presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, na zona desmilitarizada que separa as duas Coreias, em Panmunjom, na Coreia do Sul.

KCNA KCNA

Líderes encontraram-se por três vezes.

Especial Coronavírus

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, enviou uma mensagem ao Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que testou positivo à covid-19, desejando-lhe que recupere "o mais rápido possível", informou este sábado a agência estatal KCNA.

Segundo a KCNA, Kim Jong-un "manifestou a sua solidariedade ao Presidente e à primeira-dama".

"Ele disse que espera sinceramente que eles recuperem o mais depressa possível. Ele espera que eles superem isto e enviou-lhes saudações calorosas", acrescentou a agência oficial norte-coreana.

Donald Trump e Kim Jong-un encontraram-se por três vezes, a primeira delas durante uma cimeira, em junho de 2018, em Singapura.

Na madrugada de sexta-feira Donald Trump escreveu na sua página pessoal da rede social Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo ao novo coronavírus e que iria ficar em quarentena, num anúncio que deixou o país em alerta e está a multiplicar reações em todo o mundo.

Presidente hospitalizado por precaução

O Presidente dos Estados Unidos, que é recandidato ao cargo nas eleições de 03 de novembro, acabou por ser hospitalizado ao final de sexta-feira no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed, onde vai ficar durante "alguns dias" por precaução, segundo fonte oficial da Casa Branca.

As ações de campanha programadas de Donald Trump vão ser mantidas de forma virtual ou adiadas, anunciou na sexta-feira a equipa de campanha do candidato republicano.

O momento em que Trump deixou a Casa Branca e a descolagem do Marine One