Coronavírus

Médicos dos hospitais de Lisboa pedem contratação urgente

Os internamentos não param de aumentar e os hospitais de Lisboa estão sob pressão.

Especial Coronavírus

Os internamentos estão a aumentar, o que começa a causar pressão nos principais hospitais do país. O Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, foi obrigado a transferir este sábado dois doentes para o Hospital das Forças Armadas.

Também o Amadora-Sintra suspendeu novos internamentos no serviço de pneumologia depois de detetar cinco casos de covid-19 entre os doentes.

A DGS indica que, das 13 mortes registadas nas últimas 24 horas, seis ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, seis na região Norte (sendo que esta zona lidera a tabela em número de novos casos) e uma no Alentejo.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que estão internadas 843 pessoas (mais 12 do que nas últimas 24 horas), das quais 124 em cuidados intensivos (mais duas em relação a sábado).

O número de recuperados aumentou para 53.187 (mais 384 do que nas últimas 24 horas).

Portugal regista 13 mortes e 1.090 novos casos de infeção nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza este domingo mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 1.090 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.080 mortes e 86.664 casos de infeção, estando hoje ativos 31.397 casos, mais 693 do que no sábado.