Coronavírus

Portugal regista mais 16 mortes e 2.535 novos casos de Covid-19

Rafael Marchante

Os últimos dados da DGS.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta quarta-feira que há mais 16 mortes e 2.535 novos casos de Covid-19 em Portugal.

O número de mortes subiu de 2.213 para 2.229, mais 16 do que na terça-feira e o número de infetados subiu de 103.736 para 106.271 em apenas 24 horas.

Em vigilância, permanecem 55.882 contactos, menos 244 do que na terça-feira.

Os dados divulgados esta quarta-feira revelam ainda mais 1.340 casos recuperados, perfazendo 63.238.

Já os casos ativos são agora 40.804, mais 1.179 em comparação com o dia anterior.

Em internamento estão 1.272 pessoas, mais 35 do que na terça-feira. Nas unidades de cuidados intensivos estão internados 187 doentes, mais 11 do que no dia anterior.

Dados por região e faixa etária

A região Norte continua a registar o maior número de novas infeções diárias, registando hoje mais 1.379 casos, totalizando 42.921, e 980 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados 863 novos casos de infeção, contabilizando a região 49.459 casos e 898 mortes.

Na região Centro registaram-se 197 novos casos, contabilizando 8.743 infeções e 283 mortos.

No Alentejo foram registados 50 novos casos de covid-19, totalizando 2.163 com um total de 30 mortos desde o início da pandemia.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 41 casos de infeção, somando 2.307 casos e 23 mortos.

Na Região Autónoma dos Açores foi registado um novo caso nas últimas 24 horas, somando 329 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou quatro novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 349 infeções, sem óbitos até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

No total, o novo coronavírus já afetou em Portugal pelo menos 48.364 homens e 57.907 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.125 eram homens e 1.104 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

DGS admite recorrer a hospitais de campanha

Portugal está a preparar-se para um agravamento da pandemia de covid-19. A diretora-geral da saúde admitiu esta quarta-feira a necessidade de ativar hospitais de retaguarda e hospitais de campanha, para fazer face à chegada do inverno.

Graça Freitas alerta para a importância da vacinação da gripe e diz ainda que vão continuar a "apostar fortemente na vigilância domiciliária" dos doentes.

Antigo hospital militar de Belém vai ser "fundamental no combate à covid-19"

O ministro da Defesa garantiu esta quarta-feira que o Exército vai continuar a apoiar o Serviço Nacional de Saúde no combate ao novo coronavírus. João Gomes Cravinho deu como exemplo o papel do antigo hospital militar de Belém.

Europa regista novo recorde semanal de 927 mil novos casos

A Europa registou na semana passada um novo recorde de infeções pelo novo coronavírus - 927.000 -, segundo dados divulgados esta quarta-feira pela secção europeia da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A Europa registou nesse período uma subida de 25% dos casos confirmados e foi responsável por 38% dos novos casos em todo o mundo.

A Rússia, a República Checa e Itália registaram mais de metade dos novos casos na Europa.

O aumento mais significativo registou-se na Eslovénia, onde os novos casos aumentaram 150% em relação à semana anterior, elevando-se a 4.890 casos.

A OMS destacou também que o número de mortes associadas à covid-19 na Europa "continua a subir", tendo aumentado cerca de 30% em relação à semana anterior.