Coronavírus

Nova Zelândia toma medidas drásticas depois de identificar um caso de Covid-19

O Governo neozelandês tem demonstrado um controlo exemplar sobre a pandemia.

Especial Coronavírus

Um único caso levou o Governo da Nova Zelândia a tomar medidas drásticas. Um empregada de uma loja testou positivo à Covid-19 na cidade de Auckland e toda a baixa da cidade ficou condicionada provisoriamente. As autoridades querem identificar a origem do contágio, mas acreditam que terá sido transportada por um hóspede de um hotel.

Desde o início da pandemia, a Nova Zelândia registou cerca de 1900 casos e 25 mortos. Não tinha qualquer caso positivo até agora. O país não quer perder de vista o controlo exemplar.

Na Turquia, a pandemia está em fase ascendente. E, por isso, passou a ser proibido fumar na rua ou em qualquer local público. O Governo considera que o ato de fumar viola o uso obrigatório de máscara.

Em Istambul e Ancara, as pessoas com mais de 65 anos não podem sair entre as 10h00 e as 16h00. As autoridades turcas anunciaram estas novas restrições na semana passada.

Já na Índia, o segundo país com mais casos no mundo, a infeção pelo novo coronavírus estava estabilizada. Mas Nova Deli, a capital, registou um novo máximo de casos nas últimas 24 horas: mais de 8.500 infeções.

  • 0:43