Coronavírus

OMS desaconselha uso do antiviral remdesivir em doentes com covid-19    

Especialistas da Organização Mundial de Saúde dizem que não ficou provado que o medicamento é eficaz 

Especial Coronavírus

O remdesivir tinha sido apontado como um possível tratamento para os casos graves de covid-19.

O antiviral tem sido utilizado para tratar pessoas hospitalizadas em vários países, incluindo Portugal. O Governo chegou mesmo a anunciar a compra de mais de 100 mil frascos, um investimento previsto de 35 milhões de euros.

Em comunicado, a Organização Mundial de Saúde diz que fez uma revisão aos dados científicos. Foram comparados os efeitos de vários medicamentos e incluídos os resultados de ensaios que envolveram mais de 7 mil pessoas internadas com covid-19.

Esta revisão permite aos peritos afirmar que não há provas suficientes de que o tratamento com remdesivir melhore a sobrevivência ou diminua a necessidade de ventilação. A OMS alerta mesmo para a possibilidade de ocorrerem efeitos secundários.

Em outubro, a organização tinha divulgado os resultados de um estudo que indicavam que o remdesivir não era eficaz para combater a covid-19.

  • 1:16