Coronavírus

Estado de emergência. Colégios insistem em dar aulas não presenciais nas vésperas de feriados 

Medida do estado de emergência aplicada no setor público, privado e social.

Especial Coronavírus

As restrições impostas pelo Governo para conter a propagação da covid-19 determinam a suspensão das aulas nas vésperas dos feriados, ou seja, a 30 de novembro e 7 de dezembro.

Depois da Associação dos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) ter anunciado que alguns colégios iam manter o ensino à distância, fonte do Governo esclarece que o decreto de renovação do estado de emergência é claro e define que ficam suspensas atividades no setor público, privado e social.