Coronavírus

Segunda vaga de covid-19. Pico de infeções terá sido a 25 de novembro

Risco de transmissibilidade está a diminuir.  

Saiba mais...

O pior da segunda vaga da covid-19 já terá passado, segundo os especialistas que esta quinta-feira se reuniram no Infarmed, em Lisboa, com os líderes políticos e parceiros sociais.

O pico de infeções terá sido a 25 de novembro e, a partir daí, a tendência tem vido a ser de um decréscimo no número de novos casos. A diminuir está também o índice que mede o risco de transmissibilidade: o RT está a baixar e é agora inferior a 1.

Perante estes números, os especialistas deixam um alerta: tudo isto pode mudar se houver um alívio nas atuais medidas.

Mais 79 mortes e 3.772 casos de Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 79 mortes e 3.772 novos casos de infeção, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde desta quinta-feira.

Desde o início da pandemia morreram em Portugal 4.724 pessoas dos 307.618 casos de infeção confirmados. Foram considerados recuperados mais 5.572 doentes, totalizando agora 229.018.

Das 79 mortes registadas nas últimas 24 horas, 37 ocorreram na região Norte, 25 na região de Lisboa e Vale do Tejo e 17 na região Centro. Entre os 79 mortos há 42 homens e 37 mulheres.

Há menos 8 doentes internados em enfermaria, totalizando 3.330. Não houve nenhum doente internado nas Unidades de Cuidados Intensivos nas últimas 24 horas, mantendo-se os 525 de ontem.

As autoridades de saúde têm em vigilância 77.988 contactos, menos 827 em relação a quarta-feira.