Coronavírus

Covid-19. Portimão abre hospital de campanha com capacidade para 100 camas

Este estrutura pretende ajudar a aliviar a pressão na região e noutros hospitais em rutura.

Saiba mais...

O aumento do número internamentos de doentes com covid-19 obrigou o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) a ativar a fase 4 do plano de contingência. Para aliviar a pressão, foi aberto um hospital de campanha no pavilhão do Arade, em Portimão.

A unidade de retaguarda foi criada em cerca de 24 horas e pretende aumentar em mais 100 o número de camas disponíveis.
O projeto foi iniciado assim que as 120 camas de internamento do CHUA se aproximaram da ocupação total, devendo ajudar a aliviar a pressão na região e noutros hospitais em rutura.

Com uma sobrecarga dos recursos humanos, o espaço vai exigir dois médicos e três enfermeiros por turno, para cada 20 doentes. A própria presidente do conselho de administração do centro hospitalar , medica oncologista, foi autorizada pela tutela a vestir a bata e avançar para o terreno.

O hospital de campanha tem um custo de cerca de 200 mil euros e é uma estrutura montada pela proteção civil em instalações da câmara de Portimão.