Coronavírus

Covid-19. Medidas restritivas devem manter-se pelo menos até 15 de março

O Presidente está a ouvir os partidos sobre a renovação do estado de emergência.

Saiba mais...

O cenário do desconfinamento não deve ainda ser colocado na próxima renovação do estado de emergência. O Presidente da República começa na tarde desta terça-feira a ouvir os partidos políticos, para depois enviar o novo decreto para o Parlamento.

A manutenção das medidas de confinamento continua a ser essencial, como deixou claro a 11 de fevereiro, quando falou ao país. Por essa razão, as medidas restritivas devem manter-se, pelo menos, até 15 de março, período até o qual estará em vigor o estado de emergência, caso a sua renovação venha a ser proposta e aprovada.

O Governo também não coloca o desconfinamento nesta próxima renovação e prefere insistir na mensagem de que, depois dos erros do Natal, do risco das novas variantes, com os hospitais ainda muito pressionados pelos internamentos e até a vacinação começar a ter realmente efeito, ficar em casa tem de ser a regra.