Coronavírus

Máscara e testes obrigatórios à covid-19 em eventos-piloto para avaliar se festivais de verão são viáveis

DGS deu luz verde à proposta dos promotores de espetáculos.

Saiba mais...

Depois do confinamento, vão acontecer eventos-piloto para perceber se os festivais de verão podem acontecer e em que moldes. Os participantes terão de ser testados à covid-19 e o uso de máscara será obrigatório.

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, e o Campo Pequeno, em Lisboa, são os locais escolhidos para receber os eventos-piloto, que vão ajudar a definir se os festivais podem voltar já este verão.

Quem quiser participar tem de levar a máscara, 72 horas antes terá de fazer um teste rápido à covid-19, repetir o teste à entrada do recinto e, 14 dias depois do evento, tem de voltar a testar e responder a um inquérito.

A ideia é criar uma bolha na qual que só entra quem, à partida, não está infetado.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) deu luz verde à proposta dos promotores de espetáculos, mas os eventos só podem acontecer depois do confinamento geral, que ainda não tem data para terminar.

Na melhor das hipóteses, os eventos-piloto acontecem em abril.

  • "Quando cheguei ao hospital estava a ter um enfarte"

    Olhar pela Saúde

    Anos a fio de uma alimentação à base de gorduras e excesso de sal, tabagismo e sedentarismo fizeram com que José Santos fosse parar a uma cama de hospital aos 48 anos. O diagnóstico: enfarte agudo do miocárdio provocado por colesterol elevado e hipertensão arterial. Vários hábitos tiveram de mudar e as idas ao médico passaram a ser mais frequentes.

    Exclusivo Online

    Bárbara Ferreira

  • 2:33