Coronavírus

Presidente da República quer fim do estado de emergência em abril

Marcelo Rebelo de Sousa avisa que tudo vai depender das próximas semanas e do comportamento dos portugueses no desconfinamento.

Saiba mais...

O Presidente da República quer que em maio já não seja preciso estado de emergência. Mas para lá chegar é preciso que os indicadores, que para a semana voltam a estar em avaliação, permitam dar os passos previstos em abril.

Marcelo Rebelo de Sousa apelou à responsabilidade de todos os portugueses no cumprimento das regras de segurança.

Questionado sobre os dados da evolução da covid-19 em Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa reiterou que "abril é um mês decisivo" e realçou que "há uma parte que passa pelas pessoas, o que é que as pessoas fazem, o tipo de convívio que têm, a criação ou não de condições para que o desconfinamento seja suave e progressivo", sem "sobressaltos" indesejáveis.

Depois, referiu que "para a semana haverá mais um momento de reflexão sobre a renovação do estado de emergência e, portanto, haverá uma sessão epidemiológica e haverá a audição dos partidos políticos e haverá uma decisão sobre essa renovação".

Veja também: