Coronavírus

Covid-19. UE pede esclarecimentos à AstraZeneca sobre falhas no fornecimento de vacinas

ANTONIO DASIPARU

"A Comissão ainda espera que a empresa esclareça uma série de questões pendentes"

A Comissão Europeia disse esta segunda-feira que está procura de esclarecimentos da AstraZeneca sobre as falhas registadas no fornecimento de vacinas contra a covid-19 para a União Europeia.

O pedido surge após Bruxelas ter enviado uma carta para a empresa, em março, como parte de uma resolução de disputa processual.

"A Comissão ainda espera que a empresa esclareça uma série de questões pendentes", disse um porta-voz da União Europeia, numa conferência de imprensa, na qual revelou que houve uma reunião sobre o assunto.

Os atrasos na entrega têm sido um problema recorrente, bem como criado atritos entre a UE e a empresa farmacêutica e o Reino Unido.

A vacina da AstraZeneca tem também estado no centro de uma polémica, depois de ter sido conhecido um parecer da Agência Europeia de Medicamentos, que concluiu existir uma "possível relação" entre a administração do fármaco e a formação de "casos muito raros" de coágulos sanguíneos, mas que insistiu nos benefícios do fármaco.

Bruxelas exige que AstraZeneca recupere atrasos nas vacinas

A presidente da Comissão Europeia diz que a AstraZeneca não pode exportar vacinas enquanto não cumprir as entregas aos europeus. Na cimeira de líderes no final de março, os 27 não descartam recorrer ao bloqueio de exportações, mas com cautelas e só se for necessário.

Com o número de casos de covid-19 de novo a subir na Europa, os 27 repetem que é preciso acelerar a produção de vacinas e garantir que as farmacêuticas com as quais foram fechados contratos cumprem as entregas.

“Recorrendo a todos os instrumentos, incluindo a proibição de exportações se tal vier a ser necessário, mas salvaguardando sempre as cadeias de fornecimento que são indispensáveis assegurar, que é para o bom funcionamento da indústria quer na Europa, quer fora da Europa”, afirmou António Costa.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão