Coronavírus

Portugal com mais 2 mortes e 454 novos casos de covid-19 em 24 horas

MIGUEL A. LOPES / LUSA

Nova redução do número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Saiba mais...

Portugal contabiliza este sábado mais 2 mortes e 454 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16.976 mortes e 836.947 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este sábado ativos 23.494 casos, menos 187 em relação a ontem.

As duas mortes de hoje foram registadas na região Centro e no Algarve.

O boletim da DGS revela que estão internados 302 doentes, menos 22 do que na sexta-feira.

Nos cuidados intensivos estão 84 doentes, menos 5.

O número de internamentos quer em enfermaria quer em unidades de cuidados intensivos têm valores próximos dos verificados em setembro de 2020.

Os dados indicam ainda que mais 639 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 796.477 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 24.006 contactos, menos 94 relativamente ao dia anterior.

A incidência nacional é de 66,9 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 64,3 casos/mil habitantes.

O R(t) nacional é de 0,98 enquanto o do continente é de 0,98

Dados por região

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 162 novas infeções, contabilizando-se até agora 316.503 casos e 7.193 mortos.

A região Norte tem 161 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 336.234 casos de infeção e 5.340 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 68 casos, acumulando-se 118.740 infeções e 3.015 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 15 casos, totalizando 29.790 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 18 novos casos, acumulando-se 21.687 infeções e 358 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 20 casos, contabilizando 9.228 infeções e 68 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 10 novos casos e contabilizam 4.765 casos e 31 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Género e faixa etária

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 379.772 homens e 456.860 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 315 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.915 eram homens e 8.061 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.170 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.615 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.520 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Portugal em situação de calamidade: o que muda a partir de hoje

Portugal entrou às 00:00 de hoje em situação de calamidade devido à pandemia de covid-19, coincidindo também com a última fase de desconfinamento, com a reabertura de fronteiras terrestres com Espanha e uma quase normalidade no comércio e restauração.

A situação de calamidade, que vai vigorar até 16 de maio, foi decretada depois de o país ter passado por 12 períodos consecutivos de estado de emergência, que vigoravam desde 09 de novembro, num total de 15 decretados pelo Presidente da República desde o início da pandemia, em março de 2020.

António Costa admite o regresso do país à normalidade já em setembro

O primeiro-ministro aponta o fim do verão como a data provável de regresso à normalidade, mas não acredita que o turismo contribua para a recuperação económica este ano.

Mais de 3,1 milhões de mortos no mundo

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.182.408 mortos no mundo, resultantes de mais de 151,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos continuam a ser o país com o maior número de casos em todo o mundo, seguindo-se a Índia e o Brasil.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A grande maioria dos pacientes recupera, mas uma parte evidencia sintomas por várias semanas ou até meses.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global