Coronavírus

Um em cada quatro brasileiros não teve comida suficiente durante a pandemia

Canva

A grande maioria dos entrevistados admite ter percebido que a fome no país aumentou.

Um em cada quatro brasileiros (25%) não tiveram comida suficiente para alimentar a sua família durante os meses anteriores da pandemia de covid-19, informou esta quinta-feira uma sondagem divulgada pelo Instituto DataFolha.

A sondagem informou que 65% dos brasileiros disseram ter tido comida suficiente e outros 10% alegam ter tido mais comida do que o necessário para alimentar as suas famílias durante a crise sanitária. O DataFolha apontou também que 88% dos entrevistados disseram perceber que a fome no país aumentou.

A fome é mais sentida por mulheres, negros e pessoas com menos escolarização e famílias com crianças pequenas. O levantamento mostrou que 35% das famílias com crianças de até 6 anos, ou seja, quase um terço, declaram ter menos comida na mesa do que o suficiente durante a pandemia de covid-19.

A sondagem do DataFolha realizou 2.071 entrevistas presenciais, nos dias 11 e 12 de maio, em 146 municípios do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O Brasil ocupa o terceiro lugar no mundo em número de casos positivos para covid-19, com 15,8 milhões de infetados e 441.691 mortos pelo novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.419.488 mortos no mundo, resultantes de mais de 164,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros