Coronavírus

Covid-19. "A vacina protege de doença grave e fatalidade. O vírus pode continuar a transmitir-se"

Entrevista SIC Notícias

Manuel Santos Rosa, imunologista e professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, em entrevista à SIC Notícias.

Saiba mais...

O risco de transmissão da covid-19 continua a aumentar na região de Lisboa e Vale do Tejo. Dentro de 15 dias poderá ser ultrapassado o limite de 120 casos por 100 mil habitantes, pondo em causa a atual fase de desconfinamento.

Manuel Santos Rosa não se mostra surpreendido, já que a “proteção individual está a ser muito descurada”, mesmo na comunicação, que tem privilegiado a vacinação. Ainda que a vacinação seja “o grande meio para proteção”, o imunologista alerta que Portugal “ainda tem uma cobertura vacinal bastante discreta”.

Por isso, lembra a importância do uso de máscara, da higienização das mãos e de manter o distanciamento. Explica ainda que as vacinas não previnem a transmissão do vírus, servindo para proteger em relação a fatalidades ou doença grave.

“Enquanto o vírus andar a circular não vamos acabar com a pandemia. Vamos diminuir mortes e internados”, afirma.