Coronavírus

Marta Temido admite que podem ser precisas mais medidas para conter a pandemia

A ministra da Saúde insiste ainda que é preciso acelerar a vacinação.

Saiba mais...

A ministra da Saúde admitiu esta segunda-feira que podem vir a ser necessárias mais medidas restritivas para conter o agravamento da pandemia em Portugal.

Marta Temido insistiu na importância de acelerar a vacinação e aumentar a testagem e admitiu ainda à que medidas como as restrições de circulação do passado fim de semana podem ser necessárias.

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental ultrapassou hoje os 120 casos por 100.000 habitantes, enquanto o valor para a totalidade do território situa-se nos 119,3, revelam dados oficiais.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), a taxa de incidência a 14 dias subiu de 100,2 para 120,1 no que respeita a Portugal continental e de 100,2 para 119,3 em todo o território nacional.

Relativamente ao índice de transmissibilidade (Rt) o relatório revela que subiu de 1,14 para 1,18 em todo o território nacional e de 1,15 para 1,19 em Portugal continental.