Coronavírus

Covid-19. Concelhos de risco passam a ter dever de recolhimento

Pedro Nunes

Portugal tem agora 26 concelhos em risco elevado e 19 em risco muito elevado. A circulação na via pública nestes munícipios passará a ser limitada a partir das 23:00.

Saiba mais...

Durante a última semana a situação da pandemia em Portugal "voltou a deteriorar-se", classificou a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e por isso o país "não tem condições para considerar a pandemia controlada".

O número de concelhos em risco elevado, numa semana, aumentou de 14 para 26: "Uma evolução muito significativa", considera Mariana Vieira da Silva. Quanto aos concelhos em risco muito elevado são agora 19. Na última semana havia apenas três nesta lista: Albufeira, Lisboa e Sesimbra.

Em situação de alerta estão neste momento 21 concelhos e caso a situação não se altere, na próxima semana estas localidades entram na lista de concelhos com restrições e limitações, alerta a ministra.

O território continental tem agora uma incidência de 176,9 casos por 100.000 habitantes, "significativamente mais elevada" do que na semana passada e um Rt de 1,15. Mariana Vieira da Silva, no final do Conselho de Ministros, reforçou que é necessário manter as regras de distanciamento social, evitar as situações de ajuntamento, utilizar a máscaras e manter as regras de higiene respiratória de mãos.

Dos 278 concelhos de Portugal continental, há assim 45 no nível de risco elevado ou muito elevado de incidência de covid-19, aplicando-se medidas mais restritivas, inclusive a limitação da circulação na via pública a partir das 23:00.

A circulação na via pública nos concelhos de risco elevado e muito elevado passará a ser limitada entre as 23:00 e as 05:00. O dever de recolhimento entra em vigor esta sexta-feira e o objetivo desta medida, explica Mariana Vieira da Silva, é reduzir os ajuntamentos, pelo que "não tem nenhuma exceção" relacionada com a apresentação de teste negativo de covid-19 ou certificado digital de vacinação.

Os 19 concelhos em risco muito elevado e as medidas aplicadas

Em apenas uma semana, os concelhos em risco muito elevado passaram de três para 19. A partir de agora passam a vigorar mais restrições, entre elas o recolher obrigatório às 23:00.

  • Albufeira
  • Almada
  • Amadora
  • Barreiro
  • Cascais
  • Constância
  • Lisboa
  • Loulé
  • Loures
  • Mafra
  • Mira
  • Moita
  • Odivelas
  • Oeiras
  • Olhão
  • Seixal
  • Sesimbra
  • Sintra
  • Sobral de Monte Agraço

Medidas nos concelhos em risco muito elevado:

  • Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias até às 22:30 ou até às 15:30 ao fim-de-semana e feriados (no interior, com um máximo de 4 pessoas por grupo; em esplanada, 6 pessoas por grupo);
  • Espetáculos culturais até às 22:30;
  • Ginásios sem aulas de grupo; Modalidades desportivas de baixo e médio risco;
  • Comércio a retalho durante a semana: até às 21:00; Ao fim-de-semana e feriados: retalho alimentar até às 19:00 e não-alimentar até às 15:30;
  • Limitação da circulação na via pública a partir das 23:00 nos concelhos de risco elevado e muito elevado.

De 14 a 26: os concelhos que estão em risco elevado

Há agora 26 concelhos em risco elevado e, por isso, entram na lista de municípios com restrições.

  • Alcochete
  • Alenquer
  • Arruda dos Vinhos
  • Avis
  • Braga
  • Castelo de Vide
  • Faro
  • Grândola
  • Lagoa
  • Lagos
  • Montijo
  • Odemira
  • Palmela
  • Paredes de Coura
  • Portimão
  • Porto
  • Rio Maior
  • Santarém
  • São Brás de Alportel
  • Sardoal
  • Setúbal
  • Silves
  • Sines
  • Sousel
  • Torres Vedras
  • Vila Franca de Xira

Medidas nos concelhos em risco elevado:

  • Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam;
  • Restaurantes, cafés e pastelarias até às 22:30 (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);
  • Espetáculos culturais com os mesmos horários da restauração;
  • Comércio a retalho até às 21:00;
  • Limitação da circulação na via pública a partir das 23:00 nos concelhos de risco elevado e muito elevado.

Os 21 concelhos em alerta

  • Albergaria-a-Velha
  • Aveiro
  • Azambuja
  • Cartaxo
  • Bombarral
  • Idanha-a-Nova
  • Ílhavo
  • Lourinhã
  • Matosinhos
  • Mourão
  • Nazaré
  • Óbidos
  • Salvaterra de Magos
  • Santo Tirso
  • Trancoso
  • Trofa
  • Vagos
  • Viana do Alentejo
  • Vila Nova de Famalicão
  • Vila Nova de Gaia
  • Viseu

Proibição de entrar e sair na AMLisboa mantém-se no fim de semana

A proibição de circular de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) vai manter-se no próximo fim de semana, no âmbito das medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19, anunciou o Governo.

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, adiantou que, tal como nos dois últimos fins de semana, esta proibição vai ser aplicada entre as 15:00 de sexta-feira e as 06:00 de segunda-feira, com as exceções previstas na lei.

A Área Metropolitana de Lisboa engloba 18 municípios da Grande Lisboa e da Península de Setúbal, designadamente Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira.

Se não conseguir visualizar o ficheiro, clique aqui.