Coronavírus

Estado garante 25% dos créditos sob moratória. Apoio destinado aos setores mais afetados 

Governo incentiva reestruturação de dívidas. 

Saiba mais...

As moratórias bancárias terminam em setembro, mas o ministro da Economia anunciou esta terça-feira que o Estado está disponível para garantir até 25% dos créditos.

É uma medida dirigida às empresas mais afetadas pela pandemia de covid-19 para que possam alargar os prazos e renegociar os empréstimos, assim que terminarem as moratórias.

Conforme precisou Siza Vieira, em causa estão as empresas com atividade principal nos setores mais afetados, designadamente "toda a fileira do turismo, uma parte do comércio não alimentar e também atividades na área da cultura e entretenimento e alguns segmentos da indústria transformadora".