Coronavírus

Os reencontros familiares depois do Governo britânico reconhecer certificados de vacinação estrangeiros

Correspondente SIC

"Vinte e um meses, cincos dias, quatro horas e três minutos." Foi este o tempo que uma família esteve separada até o Reino Unido estender a isenção de quarentena a passageiros com vacinação completa oriundos da maioria dos países europeus e dos Estados Unidos.

Saiba mais...

A partir desta segunda-feira, o Reino Unido estendeu a isenção de quarentena a passageiros com vacinação completa, oriundos da maioria dos países europeus e dos Estados Unidos. Uma medida que permitiu, finalmente, o reencontro de muitas famílias.

Até aqui, quem regressasse da maioria dos países da lista amarela já estava isento de quarentena. Mas só se tivesse sido vacinado no Reino Unido. Agora, a isenção estende-se aos EUA e à maioria dos destinos europeus, como Portugal.

O Governo britânico passa assim a reconhecer certificados de vacinação estrangeiros, um alívio de restrições só possível graças ao elevado número de adultos britânicos já protegidos.

As novas regras entraram em vigor no mesmo dia em que o Reino Unido reportou quase 22.000 novos casos, confirmando a tendência de queda dos contágios, observada já há mais de duas semanas.

Veja também: