Coronavírus

Missão de Gouveia e Melo "cumprida" a uma semana de 85% da população estar vacinada contra a covid-19

O anúncio foi feito pelo próprio vice-almirante, ao lado do primeiro-ministro e da ministra da Saúde.

Saiba mais...

Chegou ao fim a missão do vice-almirante Gouveia e Melo na coordenação do plano de vacinação contra a covid-19. No dia da despedida como coordenador chamou o primeiro-ministro e mais elementos do Governo para ouvirem presencialmente o último ponto de situação da vacinação.

O vice-almirante confirmou que 84% das pessoas têm a vacinação completa e a meta dos 85% pode ser atingida dentro de uma semana.

"Neste momento, estamos em 86,5% das primeiras doses e já passámos os 84,3% das segundas doses, a caminho dos 85%, apesar de agora, nesta fase final, parece que as pessoas se esqueceram de que têm que tomar a segunda dose", disse o coordenador.

Gouveia e Melo acredita que dentro de "uma semana, uma semana e meia" Portugal poderá atingir os 85% da população vacinada com as duas doses da vacina contra a covid-19.

A incidência está a baixar em todo o pais, fatores que justicam o fim do trabalho da task force e a entrada numa nova fase do plano de vacinação. O processo vai passar para as mãos do Ministério da Saúde, em colaboração com alguns militares, que vão ajudar na transição das funções.

"Estamos a criar um grupo que sai da task force, que vai trabalhar diretamente para a ministra da Saúde. A ideia é continuar a ajudar a coordenação interdepartamental no processo de vacinação quer da gripe quer da eventual terceira dose antes de dezembro."

Os centros de vacinação mantêm-se, para já, abertos. Até ao fim do ano, o desafio será conjugar a vacinação contra a covid-19 e a vacinação contra a gripe.

O primeiro-ministro agradeceu o trabalho do vice-almirante Gouveia e Melo e de toda a equipa envolvida no processo de vacinação. António Costa diz que esta "missão foi indiscutivelmente coroada de sucesso".

Na missão que resta, Portugal aguarda ainda a decisão da Agência Europeia do Medicamento sobre a terceira dose.

Veja também: