Coronavírus

Covid-19: MP arquiva caso sobre alegadas irregularidades na vacinação no Hospital da Cruz Vermelha

Mário Cruz/Lusa

Havia denúncias de vacinação indevida e atropelos às prioridades dos profissionais a vacinar.

Saiba mais...

O Ministério Público decidiu arquivar a investigação às alegadas irregularidades no Hospital da Cruz Vermelha no processo de vacinação contra a covid-19.

As denúncias de vacinação indevida e atropelos às prioridades dos profissionais a vacinar já tinham originado um outro inquérito na Inspeção-Geral das Atividades em Saúde, que também acabou em arquivamento.

O caso resultou, no entanto, na demissão de Franscisco Ramos, o coordenador da task force para a vacinação, que era também presidente da comissão executiva do Hospital da Cruz Vermelha.

Veja também: