Crise na Venezuela

O presidente do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, autoproclamou-se Presidente interino da Venezuela, perante de milhares de pessoas, no leste de Caracas. Nicolás Maduro diz que foi eleito com os votos do povo e recusa abandonar o poder. O país está fragilizado, dividido e vive momentos de tensão: milhares de simpatizantes e opositores de Maduro tomaram as ruas de Caracas, uns em apoio do regime e contra a ingerência norte-americana no país e outros contra o chefe de Estado.