Eleições no Brasil

Bolsonaro quebra o silêncio: o discurso de dois minutos que demorou 40 horas a chegar

Loading...

Jair Bolsonaro não falou de derrota, nem fraude. Também não cumprimentou Lula da Silva, vencedor das eleições de domingo.

Com quase duas horas de atraso e um discurso de apenas dois minutos, Jair Bolsonaro quebrou esta terça-feira o silêncio sobre as eleições de domingo.

O ainda Presidente do Brasil nunca falou em derrota, nem reconheceu a vitória de Lula da Silva. Pediu aos apoiantes para pararem com os bloqueios e agradeceu aos que votaram nele.

"Quero começar agradecendo os 58 milhões de brasileiros que votaram em mim no último dia 30."

O candidato derrotado agradeceu a todos os brasileiros que votaram nele e falou sobre os protestos que estão a decorrer por todo o país, com o bloqueio de estradas.

"Os atuais movimentos populares são fruto de indignação e de um sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral (…) Manifestações pacíficas são sempre bem-vindas", disse sobre os protestos, afirmando ainda que "os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população".

Num discurso de dois minutos e dois segundos, o candidato derrotado destacou que a "direita surgiu de verdade" no Brasil e que a "robusta representação" no Congresso "mostra a força dos nossos valores": "Deus, Pátria, Família e Liberdade".

"Os nossos valores seguem mais vivos do que nunca. Somos pela Ordem e pelo Progresso (…) Mesmo enfrentando todo o sistema, superámos uma pandemia e as consequências de uma guerra."

Mais de 40 horas depois da oficialização do resultado, Bolsonaro discursou no Palácio da Alvorada, onde negou ser antidemocrático e que "sempre jogou dentro das quatro linhas da Constituição".

“Nunca falei em controlar os media e as redes sociais (…) Enquanto Presidente da República e cidadão, continuarei cumprindo todos os mandamentos da nossa Constituição. É uma honra ser o líder de milhões de brasileiros que, como eu, defendem a liberdade económica, religiosa, de opinião, a honestidade e as cores verde e amarelo da nossa bandeira. Muito obrigado.”

Lula da Silva venceu as eleições presidenciais de domingo por uma margem estreita, recebendo 50,9% dos votos, contra 49,1% de Jair Bolsonaro.

Perante o resultado, milhares de brasileiros bloquearam esta terça-feira centenas de estradas e pontos de acesso, no país, em contestação pelo resultado das eleições.

Últimas Notícias