Eleições nos EUA

George W. Bush realça eleição "honesta" e triunfo "claro" de Biden

POOL New

"Apesar das nossas diferenças políticas, sei que Joe Biden é um bom homem que ganhou a oportunidade de liderar e unificar o nosso país"

O antigo presidente dos Estados Unidos da América George W. Bush congratulou este domingo o democrata Joe Biden pelo triunfo "claro" na corrida para a Casa Branca e sublinhou a integridade do sufrágio, apesar das críticas de Donald Trump.

Em comunicado, o ex-chefe de estado norte-americano, cuja vitória nas eleições de 2000 só foi confirmada após recontagens no estado da Florida, enalteceu também a "mensagem patriótica" do vencedor, que, na noite de sábado (madrugada de domingo em Portugal continental), se proclamou como o presidente de "todos os americanos".

"Apesar das nossas diferenças políticas, sei que Joe Biden é um bom homem que ganhou a oportunidade de liderar e unificar o nosso país", frisou o republicano, sem deixar de enviar um 'recado' ao presidente Trump, que ainda não reconheceu o resultado e contesta a legitimidade das contagens em diversos estados: "Os americanos podem ter confiança nesta eleição honesta, cuja integridade será mantida e cujo resultado é claro".

George W. Bush reconheceu, porém, o direito de Donald Trump de "pedir recontagens e de apresentar contestações legais", mas sublinhou que "todas as questões pendentes serão resolvidas" perante uma eleição "fundamentalmente justa" e onde a participação recorde dos eleitores é vista como um sinal de "saúde da democracia" dos EUA.

O candidato democrata Joe Biden foi anunciado no sábado como vencedor das eleições presidenciais de 03 de novembro, segundo projeções dos 'media' norte-americanos.

Segundo as projeções, Biden totaliza 290 "grandes eleitores" do Colégio Eleitoral, derrotando o candidato republicano e atual Presidente Donald Trump.

A posse de Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos está marcada para 20 de janeiro de 2021.

  • 0:43