Eleições nos EUA

Joe Biden quer "restaurar a alma da América"  

JIM BOURG

No primeiro discurso após a vitória das eleições, o Presidente eleito prometeu voltar a fazer dos Estados Unidos um país respeitado pelo mundo.

O Presidente eleito dos Estados Unidos da América, Joe Biden, disse no sábado (madrugada de domingo em Lisboa) que é tempo de sarar, restaurar a "alma da América" e fazer com que o país volte a ser respeitado no mundo.

As declarações do democrata foram feitas no seu primeiro discurso após o anúncio da vitória nas eleições presidenciais.

Joe Biden prometeu ser o Presidente de todos os americanos, os que votaram nele e os que votaram contra, e pediu uma oportunidade aos apoiantes de Donald Trump:

"Compreendo a vossa desilusão esta noite. Eu também já perdi um par de vezes, mas agora vamos dar uma oportunidade uns aos outros".

"Procurei este cargo para restaurar a alma da América"

Durante o discurso, insistiu na ideia de não haver estados vermelhos os azuis, apenas estados unidos. Falou numa vitória "clara" e "convincente", e prometeu ser um Presidente "que procura não dividir, mas unir".

O Presidente eleito disse ainda que é tempo de "restaurar a alma da América" e tornar o país outra vez respeitado por todo mundo.

"Este é um tempo para nos curarmos, na América"

O discurso da vitória de Joe Biden foi conciliador. Pediu a quem votou em Trump para que não pense mais em inimigos e disse que este é o tempo de sarar todas as feridas.

As prioridades de Joe Biden


O presidente eleito apresentou uma lista de prioridades que passam pelo combate à covid-19 ou ao racismo e pela defesa da economia ou do clima.

"Não me pouparei a quaisquer esforços ou compromissos para dar a volta a esta pandemia"


Joe Biden vai nomear já na próxima segunda-feira uma comissão consultiva de transição para lidar com a pandemia do novo coronavírus.

O Presidente eleito já escolheu um grupo de cientistas e especialistas para a comissão.


Biden pede cooperação política

A cooperação entre democratas e republicanos foi uma das promessas deixadas por Joe Biden no discurso da vitória.

"O facto de os republicanos e os democratas recusarem trabalhar uns com os outros não é uma força misteriosa e incontrolável, é uma decisão, uma escolha que fazemos, e se podemos decidir não cooperar, também podemos decidir cooperar."

"A América é um farol para o globo"

Joe Biden pediu à América que volte a dar o seu melhor, até porque os olhos do mundo estão virados para o que se passa na Casa Branca.

"Não lideraremos somente pelo exemplo do nosso poder, mas pelo poder do nosso exemplo"

Joe Biden termina discurso com um apelo

Joe Biden terminou o discurso com uma referência aos avós e um apelo para espalharem a fé.

Lágrimas e muita emoção na festa de Joe Biden

Joe Biden foi este sábado anunciado como vencedor das eleições presidenciais de 3 de novembro, segundo projeções dos 'media' norte-americanos.

Segundo as projeções, Biden totaliza 290 "grandes eleitores" do Colégio Eleitoral, derrotando o candidato republicano e atual Presidente Donald Trump.

A posse de Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos está marcada para 20 de janeiro de 2021.