Eleições nos EUA

Irão espera que Joe Biden mude "políticas destrutivas"

Omar Sanadiki

Vice-presidente do Irão manifesta esperança em Joe Biden.

O vice-presidente do Irão, Eshaq Jahangiri, manifestou este domingo esperança de que a vitória do democrata Joe Biden produza uma "mudança nas políticas destrutivas" dos Estados Unidos e lembrou que, durante quatro anos, "resistiu" às pressões do governo Trump.

"Esperamos ver uma mudança nas políticas destrutivas dos EUA e um retorno à lei, aos compromissos internacionais e ao respeito pelas nações", escreveu Eshaq Yahanguirí na sua conta oficial no Twitter, comentando a vitória do democrata Biden sobre Donald Trump, nas eleições presidenciais.

Eshaq Jahangiri disse ainda que "chegou o fim da era de Trump e da sua equipa beligerante", cujas políticas se baseavam na "violação dos tratados internacionais, sanções económicas e desumanas contra a nação do Irão e apoio ao terrorismo".

"A nação do Irão, que resistiu à política de pressão máxima de Trump, não esquecerá o sofrimento causado pela rutura generalizada dos seus meios de subsistência, a falta de acesso a medicamentos e o assassinato do querido general [Qassem ] Soleimani", morto em Bagdade em janeiro por um 'drone' norte-americano, acrescentou o vice-presidente, citado pela agência EFE.

Joe Biden, que foi vice-presidente de Barack Obama quando o acordo nuclear de 2015 com o Irão foi assinado, defende a retoma da diplomacia com Teerão se este concordar em não obter armamento nuclear.