Presidenciais

Presidenciais. As novas regras para a votação devido à pandemia

Marcelo Rebelo de Sousa marcou as eleições no último dia legal.

As eleições presidenciais realizam-se a 24 de janeiro.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esperou até ao último dia legal para agendar o sufrágio que, pela primeira vez, se realiza com medidas restritivas do estado de emergência.

As pessoas infetadas e confinadas podem pedir voto antecipado. No entanto, quem tiver o confinamento decretado até 10 dias antes não terá como votar. De fora poderão ficar também muitos emigrantes que já pediram mudança à lei eleitoral para que possam votar por correspondência.

Marcelo Rebelo de Sousa ainda não anunciou a recandidatura, que tem de ser formalizada até 24 de dezembro no Tribunal Constitucional. Há, pelo menos, sete que já foram anunciadas.

Veja também: