Presidenciais

"Marcelo vai ser o candidato mais popular num tempo altamente impopular" 

Sebastião Bugalho, comentador político, e Mariana Costa Lobo, politóloga, na Edição da Noite, da SIC Notícias.  

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou esta segunda-feira que se vai recandidatar ao cargo de Presidente da República nas eleições de 24 de janeiro de 2021.

Sebastião Bugalho fala sobre a resposta de Marcelo Rebelo de Sousa, durante o discurso de apresentação da recandidatura, aos oponentes nas eleições presidenciais. Considera que é um discurso "muito breve, mas muito abrangente e que tenta apanhar toda a gente, tantos os adversários, como os possíveis eleitores".

O comentador político destaca ainda a popularidade de Marcelo durante o primeiro mandato e o seu poder atual.

"Marcelo Rebelo de Sousa agora é poder e antes era candidato", diz Mariana Costa Lobo, dizendo ainda que o atual Presidente da República que está à procura da reeleição.

Para a politóloga, este foi um discurso "com Marcelo a ser Marcelo" e destaca o momento e o local que escolheu para fazer a recandidatura, considerando que o candidato tenta estabelecer um contacto direto com os portugueses.

"É a teatralidade de Marcelo a que nós já nos habituamos, em que ele é de facto um comunicador exímio."

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes