Presidenciais

Ana Gomes teme que Operação Marquês esteja a caminho da prescrição

Num debate online, a candidata focou-se na necessidade de reformar a Justiça portuguesa.

Ana Gomes teme que a operação Marquês esteja a caminhar para a prescrição e defende uma implosão revolucionária para reformar a Justiça. Ideias que foram frisadas num debate online, realizado ao fim da tarde desta segunda-feira.

Num dia de campanha longe da rua, a candidata convidou especialistas para debater o estado da Justiça. E não se conteve perante o diagnóstico apresentado.

“O sistemas dos mega processos, no fundo, também serve uma verdadeira estratégia de trabalhar para a prescrição”, disse Ana Gomes no debate online. “Eu temo que seja exatamente esse mesmo mecanismo que está em curso no caso desses mega processos mais significativos - BES e Operação Marquês - em que aparentemente, segunda a própria Justiça há ligações óbvias”, acrescentou.

Um receio da candidata que, durante a campanha, não se tem queixado de sublinhar os problemas da Justiça.