George Floyd

Polícia de Seattle proibida de usar gás lacrimogéneo e pimenta

Lindsey Wasson

Juiz Richard Jones emitiu a ordem, com uma vigência de duas semanas, depois de um grupo ligado ao movimento "Black Lives Mater" ter processado o departamento da polícia de Seattle.

Um juiz ordenou à polícia de Seattle para deixar de usar temporariamente gás lacrimogéneo, gás pimenta e granadas de atordoamento para dispersar protestos pacíficos, uma vitória para os que acusaram as autoridades de reação exagerada às manifestações.

O juiz Richard Jones emitiu a ordem, com uma vigência de duas semanas, depois de um grupo ligado ao movimento "Black Lives Mater" ter processado o departamento da polícia de Seattle.

Este grupo queria que a polícia deixasse de usar as táticas violentas que tem usado para acabar com os protestos maioritariamente pacíficos contra a brutalidade policial e a injustiça racial.

Os agentes policiais têm usado gás lacrimogéneo, gás pimenta, granadas de atordoamento e outras manifestações de força contra multidões que se tem manifestado em protesto, depois da morte de George Floyd às mãos de polícias de Minneapolis.

O mayor de Seattle, Jenny Durkan, e o chefe da polícia, Carmen Best, já apresentaram desculpas aos manifestantes pacíficos que foram alvo daquele tipo de armas.

  • 14:18
  • 2:34