George Floyd

Chefe de polícia condena postura do agente acusado de matar George Floyd

É um depoimento raro nos EUA, de acordo com especialistas.

O chefe da polícia de Minneapolis diz que o agente acusado de matar George Floyd, Derek Chauvin, violou as regras e que a forma como o controlou não faz parte de qualquer treino.

É um depoimento raro, de acordo com especialistas. Não é comum um chefe policial depor nos Estados Unidos contra um dos seus agentes.

Derek Chauvin, de 45 anos, pode vir a ser condenado pelo crime de homicídio em segundo grau de George Floyd. Até agora negou tudo do que é acusado.