Guerra Rússia-Ucrânia

Guerra na Ucrânia: Von der Leyen volta a Kiev, Putin promete apoio a Xi Jinping

Loading...
Da região a nordeste da Ucrânia, recentemente conquistada, chegam imagens das condições degradantes em que viviam os cidadãos.

A Rússia bombardeou uma barragem e provocou uma cheia na cidade natal de Volodymyr Zelesnky. Nos territórios do nordeste, recentemente libertados pela Ucrânia, são visíveis as condições degradantes em que a população vive, mergulhada há meses na guerra.

Enquanto Vladimir Putin teve o primeiro encontro com o Presidente chinês, Xi Jinping, Ursula Von der Leyen foi pela terceira vez a Kiev.

A presidente da Comissão Europeia chegou a Kiev por comboio, como fez nas visitas anteriores. Ursula Von der Leyen recebeu das mãos do Presidente Volodymyr Zelensky uma das mais altas condecorações do Estado ucraniano. Em troca, Von der Leyen elogiou Kiev pelos rápidos progressos no processo de adesão à União Europeia e anunciou uma aproximação inédita.

Da parte de Zelensky, nem uma palavra sobre o acidente de transito que sofreu na véspera, quando chegava à capital, vindo dos territórios recentemente reconquistados. Em Kiev, Von der Leyen disse ainda que a Ucrânia já está ligada à rede e a fornecer eletricidade à UE, no momento marcado pela crise energética.

Do outro lado do conflito, as juras de amizade eterna são feitas da Rússia para a China. Os líderes dos dois países encontraram-se frente a frente, no Uzbequistão, pela primeira vez desde o início da guerra.

Putin prometeu apoio a Xi Jinping na questão de Taiwan, ao mesmo tempo que ambos os países embarcam em exercícios navais conjuntos nas águas do pacifico.

Porventura em retaliação pelas reconquistas ucranianas no terreno, Moscovo continua a atingir infraestruturas criticas: oito mísseis de cruzeiro foram dirigidos contra uma estrutura hidráulica em Kryvyi Rih, cujo rebentamento provocou uma inundação catastrófica na cidade natal do Presidente ucraniano.

Também Bakhmut sofreu um ataque aéreo. Vários edifícios residenciais ficaram seriamente danificados.

Da região nordeste da Ucrânia, recentemente conquistada aos russo, chegam relatos de crimes e imagens que fazem lembrar os piores dias de Mariupol.

Últimas Notícias
Mais Vistos