Guerra Rússia-Ucrânia

Moscovo diz a França que considera "inaceitável" entregas de armas a Kiev

Moscovo diz a França que considera "inaceitável" entregas de armas a Kiev
YASUYOSHI CHIBA
Diplomacia russa acusou forças ucranianas de usarem estas armas ocidentais para “bombardear instalações e infraestruturas civis”.

A diplomacia russa sinalizou à França que considera "inaceitáveis" as entregas contínuas de armas ocidentais à Ucrânia, aprovisionamentos que facilitaram uma contraofensiva ucraniana contras as forças russas.

"A ênfase (da comunicação) foi em que é inaceitável o continuar a alimentar a Ucrânia com armas ocidentais, incluindo francesas", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo em comunicado, após o vice-ministro, Alexander Grouchko, ter recebido o embaixador francês, Pierre Lévy.

A diplomacia russa acusou as forças ucranianas de usarem estas armas ocidentais para "bombardear instalações e infraestruturas civis, incluindo a central nuclear de Zaporijia", a maior da Europa, que estava ocupada pelas forças russas.

Grouchko também insistiu na "necessidade de levantar sanções ilegais contra os produtores russos de cereais e fertilizantes e eliminar todos os obstáculos ao fornecimento dos mercados nos países em desenvolvimento, a fim de evitar graves consequências humanitárias".

Estas observações repetem as feitas pelo Presidente russo, Vladimir Putin, que acusou a União Europeia (UE) de bloquear a doação de 300.000 toneladas de fertilizante russo aos países que mais precisam.

Últimas Notícias
Mais Vistos