Guerra Rússia-Ucrânia

Referendos que Rússia quer no Donbass dividem população

Loading...
No terreno, os combates concentraram-se na região de Kharkiv.

No terreno, os combates concentraram-se sobretudo na região de Kharkiv. Quanto à questão dos referendos que a Rússia quer realizar no Donbass está a dividir ainda mais as populações.

Nas quatro regiões ucranianas onde a Rússia pretende realizar supostos referendos com vista à anexação na federação russa, as opiniões variam consoante quem controla de facto o território.

Há oito anos em mãos separatistas, mas longe da linha da frente, a capital de Lugansk aspira a fazer parte da federação russa. Um desejo ainda mais premente agora que as forças ucranianas começaram a reganhar o controlo das primeiras aldeias da província, lado a lado com a reconquista da vizinha região de Kharkiv.

Na capital da outra província do Donbass, em Donetsk, a situação é mais complexa, uma vez que a região nunca chegou a estar na totalidade em mãos russas, apesar da sangrenta guerra nos últimos meses.

Não haverá muitas dúvidas sobre os resultados de referendos levados a cabo pelas autoridades separatistas numa região em guerra, sem qualquer observador independente.

Mas nas outras duas regiões onde a Rússia também anunciou pretensos referendos, o controlo russo da região é recente, precário e apenas parcial. Se a capital de Kherson está em mãos de Moscovo já a de Zaporíjia não e aí a população interroga-se.

A distração provocada pela marcação dos falsos referendos não apaga a realidade da guerra. Em Kharkiv, rockets atingiram vários prédios de habitação.

Últimas Notícias
Mais Vistos