Guerra Rússia-Ucrânia

Rússia diz não ter “qualquer confiança” no Tribunal Penal Internacional

Loading...
Declarações do chefe da diplomacia russa no Conselho de Segurança da ONU.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo abandonou o Conselho de Segurança das Nações Unidas, logo depois de discursar. Durante a declaração, Sergey Lavrov acusou a Ucrânia e os aliados do Ocidente de impunidade na região do Donbass.

Disse que o país liderado por Volodymyr Zelensky tem um regime totalitário e acusa a Ucrânia de torturar soldados russos. Afirma ainda que o Ocidente é racista.

Lavrov esteve pela primeira vez frente a frente com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, desde o início da guerra.

Perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas, o ministro russo dos Negócios Estrangeiros voltou a acusar a Ucrânia de práticas nazis. Diz que os crimes cometidos continuam impunes e que não confia em instituições como o Tribunal Penal Internacional, que investiga agora crimes de guerra na Ucrânia.

Últimas Notícias
Mais Vistos