Guerra Rússia-Ucrânia

Von der Leyen "chocada e horrorizada" com ataques russos na Ucrânia

Von der Leyen "chocada e horrorizada" com ataques russos na Ucrânia
DIMITAR DILKOFF

O regime de Putin demonstra ao mundo o que representa, brutalidade e terror, considera a presidente da Comissão Europeia.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, manifestou-se esta segunda-feira “chocada e horrorizada” com os ataques russos a cidades ucranianas, que fizeram pelo menos dez mortos.

“Chocada e horrorizada com os ataques perversos a cidades ucranianas. A Rússia de Putin mostrou novamente ao mundo o que representa: brutalidade e terror”, escreveu a chefe do executivo comunitário na sua conta na rede social Twitter.

“Sei que os ucranianos se mantêm fortes”, considerou, reiterando que a União Europeia (UE) “irá apoiar a Ucrânia enquanto for preciso, com todos os meios que tivermos”.

A Rússia bombardeou esta segunda-feira várias regiões ucranianas, como Kiev (a capital), Lviv, Khmelnytskiy, Dnipro, Vinnitsia, Zaporijia, Sumy, Kharkiv e Jitomir, desencadeando “uma manhã muito dura” no país, como afirmou o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Segundo Zelensky, os ataques foram feitos com recurso a armamento iraniano.

O último balanço dos bombardeamentos dá conta de pelo menos dez mortos e 60 feridos em Kiev.

Segundo o Ministério da Defesa ucraniano, a Rússia utilizou 83 mísseis e 17 drones de fabrico iraniano nos bombardeamentos.

De acordo com um porta-voz da força aérea ucraniana, citado pelo jornal Kyviv Independent, 43 dos mísseis lançados foram abatidos pelas defesas anti-aéreas ucranianas.

Últimas Notícias
Mais Vistos