Guerra Rússia-Ucrânia

António Costa acusa André Ventura de "gracejar" sobre guerra na Ucrânia

Loading...

Crítica surgiu depois de o líder do Chega questionar o motivo que leva Portugal a ceder seis helicópteros Kamov à Ucrânia, se a frota não funciona em território nacional.

Portugal decidiu enviar para a Ucrânia seis helicópteros Kamov, que há quatro anos que não reúnem condições para voar. Os aparelhos foram comprados à Rússia em 2006 e servirão agora as forças ucranianas no combate à invasão russa.

No debate parlamentar desta quarta-feira, o líder do Chega questionou António Costa acerca do envio destes helicópteros “que nunca funcionaram”.

André Ventura vincou que será "desagradável" se o Presidente ucraniano, no final do ano, disser que os Kamov enviados por Portugal "não pegam".

"Se eles nunca funcionaram cá como é que vão funcionar lá", inquiriu Ventura.

Na resposta, António Costa acusou André Ventura de "gracejar" acerca do conflito travado no leste da Europa.

"Só mesmo o senhor deputado André Ventura teria o mau gosto de conseguir gracejar sobre uma tragédia humana como aquela que os ucranianos estão a sofrer"

O primeiro-ministro garantiu que os Kamov correspondem a um pedido "expresso" de Kiev, que pretende utilizá-los para fins militares e frisou que o Presidente ucraniano acredita que os helicópteros irão funcionar.

Mais, disse Costa. À semelhança de Zelensky também acredita que isso vai acontecer porque os viu a funcionar em Portugal.

Últimas Notícias
Mais Vistos