Guerra Rússia-Ucrânia

Mísseis terão atingido a Polónia: Milhazes diz que situação é "gravíssima"

Loading...

O comentador da SIC, José Milhazes, entende que, se tal se verificar, a NATO vai ter de reagir.

O comentador José Milhazes diz que, perante a alegada queda de mísseis russos em território polaco, há dois cenários possíveis: ou foi uma “falha de pontaria” ou uma “provocação”. E a NATO como vai reagir?

A Comissão de Defesa e Segurança da Polónia está reunida de emergência e poderá invocar o artigo 5.º da NATO, segundo o qual os Estados-membros terão de reagir, considera José Milhazes.

O comentador indica que pode tratar-se de "uma falha de pontaria", durante o dia em que a Rússia realizou o maior ataque de mísseis desde o início da guerra.

A NATO "provavelmente não irá reagir a quente", entende o comentador da SIC. Se esta informação for confirmada oficialmente, a situação é "gravíssima", diz Milhazes.

Atenta-se para o facto de que a localidade onde os mísseis terão caído está a cerca de 10 quilómetros da fronteira com a Ucrânia.

Últimas Notícias
Mais Vistos