Guerra Rússia-Ucrânia

Kiev lança mandado de busca e captura de líder checheno

Ramzan Kadyrov, líder da Chechénia
Ramzan Kadyrov, líder da Chechénia
MIKHAIL METZEL

Se vier a ser capturado e julgado, Kadyrov pode ser condenado a uma pena de 10 a 15 anos de prisão.

Os Serviços de Segurança da Ucrânia (SBU) lançaram um pedido de busca e captura do líder da Chechénia, Ramzan Kadirov, considerado um dos homens fortes do Presidente russo, Vladimir Putin.

Em agosto, as autoridades ucranianas acusaram Kadyrov de levar a cabo uma "guerra agressiva" e de tomar "ações deliberadas para mudar as fronteiras do território da Ucrânia".

Agora, os serviços de segurança ucranianos atualizaram o seu banco de dados e adicionaram uma foto do líder checheno, alegando que ele se escondeu das autoridades, "na fase de investigação pré-julgamento".

Se vier a ser capturado e julgado, ao abrigo da lei ucraniana, Kadyrov pode ser condenado a uma pena de 10 a 15 anos de prisão.

Kadirov - considerado um dos homens fortes do Presidente russo - tem sido um fervoroso defensor da guerra na Ucrânia, enviando várias das suas patrulhas de guerra, bem como patrulhas de familiares seus, para as linhas de frente de combate.

Outros representantes e funcionários russos também aparecem na lista de pessoas procuradas, como o diretor do Serviço de Segurança, Alexander Bortnikov; o chefe da Guarda Nacional, Viktor Zolotov, ou o ministro do Interior, Vladimir Kolokoltsev.

Últimas Notícias
Mais Vistos