Guerra Rússia-Ucrânia

Ataques russos obrigam à evacuação de hospitais em Kherson

Sala de operações em hospital de Kherson, Ucrânia.
Sala de operações em hospital de Kherson, Ucrânia.
Bernat Armangue

Esta sexta-feira, pelo segundo dia consecutivo, uma intensa vaga de mísseis atingiu a cidade recentemente libertada.

Os hospitais em Kherson estão a ser evacuados devido aos constantes ataques russos nesta cidade do sul da Ucrânia, da qual as forças de Moscovo se retiraram há duas semanas, anunciou esta sexta-feira o governador da região.

"Devido aos constantes bombardeamentos russos, estamos a retirar os pacientes dos hospitais de Kherson", disse Yaroslav Yanushevich, chefe da administração militar de Kherson, na sua conta da rede social Telegram.

Esta sexta-feira, pelo segundo dia consecutivo, uma intensa vaga de mísseis atingiu a cidade recentemente libertada de Kherson, numa escalada de violência desde que as forças russas se retiraram da região, há duas semanas, após uma ocupação de oito meses.

Esta vaga ocorre no momento em que a Rússia intensifica o bombardeamento da rede elétrica da Ucrânia e outras infraestruturas civis críticas, numa tentativa de pressionar as autoridades de Kiev.

Yaroslav Yanushevych disse ainda que os ataques de bombardeamentos russos em Kherson mataram 10 civis e feriram outros 54 na quinta-feira, com dois bairros da cidade ainda "sob fogo massivo de artilharia".

As forças militares na região já tinham avisado ter indicações de que Kherson enfrentaria ataques intensificados à medida que as tropas russas avançavam pelo rio Dnipro.

Dezenas de pessoas ficaram feridas nos ataques que atingiram prédios residenciais e comerciais, incendiando alguns, e provocando uma destruição geral em alguns bairros residenciais.

Últimas Notícias
Mais Vistos