Guerra Rússia-Ucrânia

Putin: Rússia está a atacar infraestruturas elétricas da Ucrânia, “mas quem começou?”

Loading...

Vladimir Putin explicou o porquê da Rússia estar a atacar as infraestruturas de energia na Ucrânia.

Vladimir Putin diz que a Rússia vai continuar a atacar infraestruturas de energia ucranianas. Numa cerimónia de entrega de medalhas a militares, o Presidente russo tentou justificar os bombardeamentos a alvos civis.

Indiferente às leis da guerra e com uma taça de espumante na mão, Vladimir Putin admitiu que as forças russas estão a atacar intencionalmente infraestruturas elétricas ucranianas.

“Neste momento há muito alvoroço sobre os nossos ataques às infraestruturas elétricas do nosso país vizinho [Ucrânia]. Sim, estamos a fazê-lo, mas quem começou? Quem atingiu a ponta da Crimeia? Quem bombardeou as linhas de energia da central nuclear de Kursk?”, questionou Putin.

No terreno, em Kurakhove, o balanço das vítimas do ataque russo que atingiu, entre outros alvos, um mercado, já se cifra em 10 mortos. As forças de Putin estão a tentar capturar Bakhmut e há combates ferozes em várias posições em torno da cidade.

Os militares ucranianos afirmam que a par da intensificação da ofensiva aérea, Moscovo tem estado a enviar mais tropas, sobretudo reservistas.

Os combatentes enfrentam temperaturas negativas nas trincheiras e constantes bombardeamentos, mas os civis estão longe de ser poupados. À medida que o inverno se aproxima, crescem os receios de que as populações não tenham condições para sobreviver ao frio intenso.

Ao fim de mais de nove meses de guerra, os desafios que o país tem pela frente poderão ser ainda mais duros. A NATO já advertiu que Moscovo está a tentar congelar a guerra para reagrupar, restabelecer equipamento e regressar em força na primavera.

Últimas Notícias
Mais Vistos