Guerra Rússia-Ucrânia

Estão em cima da mesa "todas as opções" sobre a queda de helicóptero na Ucrânia

Incidente fez pelo menos 18 mortos, incluindo três crianças e o ministro ucraniano do Interior
Incidente fez pelo menos 18 mortos, incluindo três crianças e o ministro ucraniano do Interior
VALENTYN OGIRENKO

Dezoito pessoas morreram e 29 ficaram feridas, 15 das quais crianças. O porta-voz da Força Aérea da Ucrânia, Yuri Hnat, afirmou que é "cedo para se falar sobre as causas".

O procurador-geral da Ucrânia, Andrey Kostyn, admitiu estz quarta-feira que "se consideram todas as opções" sobre a queda de um helicóptero na região de Kiev que provocou a morte de 18 pessoas, incluindo o ministro do Interior e três crianças.

"Os investigadores e especialistas estão a trabalhar neste momento no local da tragédia. Estão a adotar-se medidas urgentes de investigação. Por enquanto, consideramos todas as opções possíveis sobre o acidente do helicóptero", disse através do sistema digital de mensagens Telegram.

Kostyn acrescentou que a investigação preliminar "está nas mãos do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU)" confirmando que o aparelho caiu numa zona urbana, perto de um infantário e de um edifício residencial.


"O assunto está sob o meu controlo", sublinhou o Procurador-Geral da Ucrânia.A porta-voz da Polícia, Mariana Reva, afirmou que "as equipas de investigação estão a trabalhar no local", referindo-se aos efetivos policiais e do SBU.

Ainda “é cedo” para falar das causas do acidente

"Estamos a fazer os possíveis para determinarmos as causas desta tragédia terrível", frisou, considerando que ainda "é cedo" para falar sobre as causas que provocaram a queda do aparelho.

No mesmo sentido, o porta-voz da Força Aérea da Ucrânia, Yuri Hnat, afirmou que é "cedo para se falar sobre as causas".

"A comissão que integra vários especialistas em aviação está a investigar. Vai durar um ou dois dias porque estas investigações requerem tempo", disse.

Seguiam nove pessoas a bordo

De acordo com o governador da região de Kiev, Olekiy Kuleba, além dos 18 mortos, 29 pessoas ficaram feridas, 15 das quais crianças.

O chefe da Polícia Nacional da Ucrânia confirmava pouco depois da queda do aparelho a morte dos governantes que se encontravam a bordo do helicóptero.

"Hoje, 18 de janeiro, um helicóptero dos Serviços de Emergência caiu em Brovary. Como consequência do acidente morreram os dirigentes do Ministério do Interior: o ministro Denis Monastyrsky, o vice-ministro e o secretário de Estado", refere a nota da Polícia Nacional.

O helicóptero transportava nove pessoas, segundo a mesma fonte.

Últimas Notícias
Mais Vistos