Guerra Rússia-Ucrânia

Alemanha vai enviar tanques Leopard 2 para a Ucrânia

Alemanha vai enviar tanques Leopard 2 para a Ucrânia
Michael Sohn

Chanceler alemão autorizou que outros países, como a Polónia, também enviem tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

Depois de várias semanas de impasse e pressão dos Aliados, a Alemanha decidiu enviar tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

Segundo o jornal Der Spiegel, o Chanceler alemão, Olaf Scholz, autorizou ainda que outros países, como a Polónia, também possam ceder estes tanques a Kiev. Estes são dos carros de combate mais avançados do mundo.

A Polónia tinha formalizado, esta terça-feira, um requerimento para ceder 14 tanques à Ucrânia. Mas como são de fabrico alemão, teria de aguardar pela autorização da Alemanha.

O ministro da Defesa da Alemanha, Boris Pistorius, tinha dito que este pedido seria analisado com a urgência necessária, sendo agora conhecido que a Alemanha vai permitir o envio de tanques Leopard 2 para a Ucrânia.

A informação avançada pelo Der Spiegel será confirmada na quarta-feira por um anúncio do chanceler alemão, Olaf Scholz, segundo o jornal Bild.

Kiev solicitou há vários meses o envio do Leopard 2 para travar os avanços das tropas russas, mas no Governo de coligação alemão parecia haver posições divergentes sobre o assunto, embora o argumento oficial fosse que qualquer remessa tinha de ser coordenada com os aliados ocidentais que apoiavam a Ucrânia.

Na semana passada, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou que vários países europeus, incluindo Portugal, estão disponíveis para fornecer tanques de guerra ocidentais, como o Leopard 2.

Atualmente, o exército ucraniano utiliza carros de combate de fabrico russo e a aquisição de novas munições está fora de alcance. O envio de tanques fabricados em países ocidentais vai permitir que os militares ucranianos tenham uma capacidade superior de manutenção e fornecimento de munições.

O Leopard 2 é um carro de combate desenvolvido no início dos anos 70, e as diferentes versões têm servido nas forças armadas da Alemanha e de outros países europeus, bem como de países não europeus.

A versão Leopard 2A6 distingue-se das anteriores (A1 a A4), devido à blindagem de terceira geração, como é explicado no site do exército português, e relativamente à versão A5, possui uma peça mais moderna, com maior alcance, que garante vantagem tática no campo de batalha.

A Rússia, ainda antes desta decisão, já tinha avisado que envio de tanques para a Ucrânia iria afetar as relações com a Alemanha. O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse mesmo que o envio dos carros de combate, de fabrico alemão, não augura "nada de bom" para a relação entre os dois países.

Os Estados Unidos estão também a planear o envio de tanques norte-americanos para Kiev e a decisão poderá ser anunciada ainda esta semana.

Já Portugal, após uma reunião do Grupo de Contacto para a Defesa da Ucrânia, que decorreu em Ramstein, na Alemanha, indicou que vai enviar mais 14 viaturas blindadas M113 e oito geradores elétricos de grande capacidade para a Ucrânia, elevando "para 532 toneladas o total de equipamento militar, letal e não letal" fornecido ao país.

Últimas Notícias