Guerra Rússia-Ucrânia

"Certo é que Ucrânia e Rússia vão ter mais condições de combater nos próximos meses"

Loading...

A análise do comentador da SIC Germano Almeida ao conflito na Ucrânia.

A imprensa alemã diz que Berlim vai enviar tanques para a Ucrânia, uma questão de “importância fundamental” para a Ucrânia, afirma o comentador da SIC Germano Almeida.

“A hesitação alemã foi resolvida. Não há alternativa à liderança alemã, não só nesta questão dos Leopard, mas em termos mais gerais, na questão europeia de apoio à Ucrânia”.

Os pormenores - desde quantos tanques Leopard 2 vão ser enviados ou se outros países como a Polónia vão ser autorizados a enviar este equipamento - vão ser hoje discutidos no Budenstag, o Parlamento alemão.

“Num momento em que a Rússia está a escalar na mobilização e no poder de fogo no terreno - sobretudo no leste da Ucrânia, mas está também a tentar atacar a sul - a Ucrânia precisava de subir de patamar (…). Precisa de ter carros de combate de topo e os Leopard 2 são, a par dos Challenger 2 britânicos e dos Leclerc franceses - que a França em princípio também vai dar - capazes de poder de fogo a mais longa distância".

Russos avançam sobre Zaporíjia?

Há informações contraditórias sobre os avanços da Rússia na Ucrânia.

“Os russos estão a tentar fazer em Zaporíjia o que os ucranianos fizeram aos russos em Kherson e Kharkiv, ou seja, atacaram Kharkiv insinuando que estavam a atacar Kherson. O que os russos podem fazer é, ao darem sinais de reforçarem a sul, em Zaporíjia, estão a conseguir avançar mais, tentar Bakhmut e tentar Kramatorsk”.

Por esclarecer está se os russos vão tentar de novo atacar a leste.

“Certo, certo é que os dois lados, nos próximos meses, vão ter mais condições de combater. O momento decisivo desta guerra será na Primavera, lá para abril”.

Últimas Notícias
Mais Vistos