Isabel II

"Operação Unicórnio": como Edimburgo se prepara para homenagem e despedida de Isabel II

"Operação Unicórnio": como Edimburgo se prepara para homenagem e despedida de Isabel II
Ken Jack
O caixão da Rainha deverá chegar domingo, e na segunda-feira será levado em procissão para a Catedral de Saint Giles.

Os preparativos para a chegada do caixão da Rainha Isabel II em Edimburgo, na Escócia, já estão em curso, com corte de estradas, barreiras nas ruas e polícia reforçada.

Antes de seguir para Londres, onde terá lugar o Funeral de Estado, o corpo da monarca, que morreu aos 96 anos na quinta-feira, será transportado do Castelo de Balmoral para a capital da Escócia.

A movimentação do caixão a partir de Balmoral é chamada “Operação Unicórnio” e os planos preveem que primeiro seja transportado de carro para o Palácio de Holyroodhouse, a residência oficial do monarca na Escócia, para a sala do trono.

É neste local que se têm concentrado os tributos dos populares, com ramos de flores, cartões e bonecos de peluche depositados junto a um dos muros.

“Obrigado pela vida de serviço e pelo conforto e consolo durante os tempos difíceis. Obrigado por ser uma verdadeira inspiração”, lia-se num cartão.

Noutro estava escrito com letra de criança “Querida rainha, vamos sentir a tua falta”.

Sarah e Jeff Farrar, turistas norte-americanos de visita a Edimburgo, foram uns dos que deixaram um ramo de flores.

“Pareceu-me a coisa certa a fazer. A rainha representa a tradição do Reino Unido e nós temos um grande respeito por ela”, afirmou Sarah, natural de São Francisco, na Califórnia.

Susan Low viajou de Dundee, a 100 quilómetros de Edimburgo, com as amigas Linda e Ruth para prestar uma homenagem à monarca que conheceram desde nova.

“Preferimos vir hoje e ver o resto dos procedimentos pela televisão, porque as ruas aqui são estreitas e vão estar cheias de pessoas”, explicou.

Apesar dos preparativos para um grande evento, não existem sinais especiais sobre o que se trata, nem são visíveis muitas imagens da rainha.

As datas e detalhes finais do plano ainda não foram publicadas pelo Palácio de Buckingham, mas a imprensa britânica indica que o caixão deverá chegar domingo, e na segunda-feira será levado em procissão para a Catedral de Santo Egídio [Saint Giles].

A distância entre os dois pontos é de apenas cerca de um quilómetro ao longo da estrada conhecida por Milha Real [Royal Mile], na qual foram proibidos todos os caixotes de lixo doméstico.

Uma série de ruas em redor também foram cortadas ao trânsito e algumas escolas e infantários foram mandados encerrar na segunda e terça-feira devido às multidões que deverão convergir para prestar homenagem à rainha.

Uma missa deverá ter lugar na segunda-feira na Catedral após a chegada do corpo com a presença de membros da família real, que depois deverão protagonizar um velório em torno do caixão, designado por “Vigília dos Príncipes”.

O corpo da Rainha ficará em repouso durante 24 horas na Catedral de Santo Egídio e membros do público poderão entrar e contemplar o caixão antes da partida para Londres.

Entretanto, o Rei Carlos III deverá também deslocar-se a Edimburgo no âmbito da sua proclamação, para receber do Executivo regional uma mensagem oficial de condolências e participar numa missa na Catedral.

A Rainha Isabel II morreu na quinta-feira aos 96 anos no Castelo de Balmoral, na Escócia, após mais de 70 anos do mais longo reinado da história do Reino Unido.

Elizabeth Alexandra Mary Windsor nasceu em 21 de abril de 1926, em Londres, e tornou-se Rainha de Inglaterra em 1952, aos 25 anos, na sequência da morte do pai, George VI, que passou a reinar quando o seu irmão abdicou.

Após a morte da monarca, o seu filho primogénito assumiu aos 73 anos as funções de rei como Carlos III.

Últimas Notícias
Mais Vistos