Liga dos Campeões

O resumo do primeiro dia da fase de grupos da Champions

O resumo do primeiro dia da fase de grupos da Champions
Anadolu Agency
Benfica, PSG, Real Madrid, e Manchester City vencem e Dínamo Zagreb e Shakhtar surpreendem.

O primeiro dia da fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol trouxe vitórias ao campeão em título Real Madrid, ao Manchester City e ao Paris Saint-Germain, além das ‘surpresas’ de Dínamo Zagreb e Shakhtar Donetsk.

No Grupo H, o Benfica venceu sem surpresa o Maccabi Haifa por 2-0, com um tento de Rafa Silva, aos 50 minutos, e um ‘golaço’ do espanhol Grimaldo, quatro minutos depois, para se colocar na frente da ‘poule’.

A seu lado está o Paris Saint-Germain, que contou com as ‘estrelas’ que tem no ataque para levar de vencida a Juventus na capital francesa, com um bis de Mbappé (5’ e 22’), contra um tento de McKennie (53’).

Pelo PSG foram titulares Nuno Mendes e Vitinha, com Renato Sanches e Danilo Pereira a entrarem no segundo tempo.

Em Glasgow, na Escócia, o Real não teve dificuldades em iniciar com o pé direito a defesa do título europeu, batendo o Celtic, com o português Jota no ‘onze’, com tentos de Vinicius Jr., aos 56 minutos, Modric, aos 60’, e do belga Hazard, aos 77’.

O extremo entrou logo aos 30 minutos após a lesão do francês Benzema, única contrariedade para os ‘merengues’ no dia que marcou o arranque do Grupo F, logo com uma surpresa.

Na Alemanha, o RB Leipzig saiu goleado por 4-1 da receção ao Shakhtar Donetsk, equipa ucraniana que triunfou graças a um bis de Shved (16’ e 58’) e uma boa exibição de Mudryk, que fez o terceiro aos 76’ e assistiu Traoré para o quarto aos 85’.

Simakan marcou o único tento dos germânicos, com André Silva titular, numa das surpresas do dia; a outra deu-se no Grupo E, com Orsic, aos 13 minutos, a dar o triunfo ao Dínamo Zagreb na receção ao ‘colosso’ em crise Chelsea.

O AC Milan, entretanto, não aproveitou o desaire dos londrinos, empatando a uma bola em Salzburgo, graças a uma assistência do português Rafael Leão ao belga Saelemaekers, aos 40’, a anular o tento inicial de Okafor (28’).

O Grupo G trouxe golos portugueses, a começar na vitória por 3-0 do Borussia Dortmund ante o Copenhaga, com Raphael Guerreiro a fazer o segundo, aos 42’, depois de Reus (35’) e antes de Bellingham (83’).

Mais tarde, Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva foram titulares no Manchester City, que visitou o Sevilha com uma goleada por 4-0, com um bis do norueguês Haaland (20’ e 67’), um tento de Foden, aos 58’ e a passe de Cancelo, e de Dias, assistido pelo lateral português, aos 90+2’.

A primeira jornada da fase de grupos prossegue na quarta-feira com mais dois clubes portugueses em ação, o campeão nacional FC Porto em visita ao Atlético Madrid e o Sporting em casa do Eintracht Frankfurt.

Últimas Notícias
Mais Vistos